Ir para o conteúdo
preços do seguro seguro auto seguro carro antigo seguro carro placa preta Seguro de Carro

Seguro para carro antigo: tudo o que você precisa saber

Leitura: 4 min
134 visualizações

Nem todo mundo pode ou quer estar sempre de carro novo. Muita gente gosta de dirigir o mesmo veículo por anos, parece até que já faz parte da família. Mas não é por isso que ele deve ficar desprotegido. Mas é aí que bate a dúvida: será que seguro para carro antigo compensa? Será que todas as seguradoras fazem?

Veja a resposta para essas e outras dúvidas e descubra tudo o que é preciso para proteger seu carro.

Há vários tipos de seguro para carro antigo

Quem tem carro de 10, 20 ou 30 anos sente dificuldade em contratar um seguro. Muitas seguradoras segam a cobertura alegando, principalmente, falta de peças no mercado para reposição no caso de sinistro parcial.

Por outro lado, há várias marcas e modelos específicos que podem ser usados em desmanches, justamente para o reaproveitamento ilegal de peças. Com isso, acabam sendo bastante visados para roubo, o que já encareceria o seguro para carro antigo.

imagem de carro

Carros com até 20 anos

Para os carros que têm até 20 anos ainda é mais fácil encontrar proteção. Várias seguradoras fazem seguro para carro antigo, ainda que custe mais caro.

A maioria delas, no entanto, costuma oferecer apenas o seguro não compreensivo, ou seja, apenas contra roubo e furto, já que o risco de colisão por defeito é maior nos carros antigos.

Esse tipo de cobertura é bastante interessante por ser mais em conta e muitas empresas sequer fazem análise do perfil do condutor.

No entanto, quando o seguro é compreensivo (total) a indenização por perda total (danos iguais ou maiores que 75% do carro) costuma ser menor. Enquanto nos carros mais novos geralmente é de 100% da tabela Fipe, para os antigos costuma corresponder a apenas 70%.

A franquia também costuma ser diferente, embora varie de acordo com a seguradora. Franquia é a quantia que o consumidor deve pagar à oficina para acionar a seguradora quando há perda parcial.

imagem de carro na estrada

Carros com 30 anos ou mais e/ou placa preta

As placas pretas identificam os carros de colecionadores. Esses veículos precisam ter mais de 30 anos, ter pelo menos 70% das suas características originais, fazer parte de uma coleção e ter um Certificado de Originalidade.

Como esses automóveis têm um alto valor de mercado, o seguro para carro antigo também é diferente.

De um modo geral não existe um seguro para carro antigo que oferece cobertura contra colisão. A maioria aceita cobertura apenas para roubo e furto, com guincho e assistência 24 horas.

A exceção é um produto lançado pela Porto Seguro e que na verdade é um seguro residencial que inclui cobertura opcional para veículos com placa preta que pernoitem na residência.

Nesse caso, a cobertura é de até R$ 100 mil para o veículo segurado, cônjuge, descendentes e ascendentes por danos causados por explosão, incêndio ou fumaça.

É bom lembrar que o seguro para carro antigo pode não contar com todas as modalidades de um seguro tradicional. No entanto, dependendo da seguradora, é possível contar com extras bem interessantes para carros com mais de 10 anos.

Por isso, conversar com um corretor é fundamental. Ele saberá encontrar a empresa que melhor atende às necessidades de proteção do seu carro.

Faça uma cotação agora mesmo e descubra a cobertura ideal para o seu carro. Afinal, não é porque envelhece que a gente abandona.

Recomendado para você:

Postagens mais vistas:

Faça um orçamento: