O Seguro pode cobrir Carro Modificado?

maio 25, 2017 (0) comentário ,

Uma prática relativamente comum pelas ruas do país entre os amantes de carros é a de modificar veículos. Atualmente, existem encontros para que esses verdadeiros apaixonados possam expor seus carros, que segundo eles, são verdadeiras obras de arte.

Algumas modificações visam apenas estética e envolvem simples aplicações de adesivos, modificações de cores dos vidros ou aplicação de lâmpadas. No entanto, há aqueles que buscam modificações um tanto quanto extremas, alterando basicamente toda a estrutura do carro, como por exemplo, altura, potência e, em alguns casos, até a aerodinâmica.

Embora isso não pareça ser um problema para os proprietários dos veículos, que inclusive chegam a investir grandes quantidades de dinheiro para realizar essas mudanças, é bom se atentar antes de modificá-lo e entrar em contato com algumas seguradoras para depois não ficar desprotegido.

Se você deseja modificar o seu carro ou já modificou e está preocupado com a segurança e quer ter tranquilidade sobre proteção, então esse texto foi feito para você. Confira, a seguir, se o seguro auto pode cobrir modificações no carro.

Afinal, o seguro auto cobre carros modificados? 

Essa é uma dúvida um tanto quanto recorrente para muitos motoristas.

Na verdade, o que acontece é que todas essas mudanças normalmente danificam a estrutura de fábrica do veículo e também os deixam mais interessantes para bandidos. Por causa desses fatos, é necessário pensar seriamente em segurança e ver se o seguro auto cobre carros modificados, pois na hora de conversar com corretores e seguradoras, algumas surpresas desagradáveis podem surgir.

Sempre que o motorista procura uma seguradora, antes da apólice ser aprovada, o carro precisa passar por uma avaliação prévia para levar em consideração se o seguro auto realmente vai ser efetivado. É exatamente nesse momento que os problemas irão aparecer, isso porque nem sempre as seguradoras irão aceitar o veículo.

A recusa por fornecer o seguro auto normalmente acontece por uma grande gama de fatores, como a possibilidade de danos ao veículo, algo muito comum quando ocorre o rebaixamento, uma vez que falta experiências com esse tipo de modificação e até mesmo mão-de-obra especializada para realizar os reparos quando estes forem necessários.

Até mesmo os veículos blindados têm dificuldade em contratar seguro auto

Embora sejam considerados muito mais seguros, os proprietários de veículos blindados não conseguem fazer seguro auto com qualquer seguradora. Isso devido ao simples fato da mão de obra ser relativamente cara e um tanto quanto escassa no país atualmente.

Porém, não é necessário ficar preocupado acreditando que isso será impossível de ser alcançado. Algumas pequenas modificações, tais como faróis, pinturas e determinadas lâmpadas, são facilmente aceitas por seguradoras. O que realmente começa a fazer diferença são as modificações de maiores dimensões, essas sim, trazem uma série de dificuldades para os proprietários de carros tunados – mas não quer dizer que seja impossível conseguir proteção para esses tipos de veículos.

Como a procura pelo serviço tem aumentado de maneira considerável, já é possível encontrar seguradoras que estão se adaptando a fim de absorver essa demanda, uma vez que, hoje, modificações nos carros são relativamente simples e até mesmo um tanto quanto comuns.

Feita a vistoria do veículo, a seguradora vai, então, determinar o valor da apólice que certamente será mais cara em relação a um carro que não tenha sofrido e/ou então passado por nenhum tipo de modificação. Claramente, o valor da franquia será mais elevado, bem como o valor da apólice, mas é melhor ter algum tipo de proteção, do que simplesmente contar com a sorte.

E quem já possui um veículo segurado e realizar alterações?

Uma dúvida muito comum de proprietários de veículos que já possuem seguro auto diz respeito a modificações após essa contratação da proteção.

Quem normalmente já possui o seguro auto e realizou alguma modificação no veículo precisa informar à seguradora que alterações foram feitas, pois, em caso de sinistro, isso pode influenciar de maneira direta no recebimento do reembolso, e dependendo da modificação – caso ela seja muito grande, a seguradora poderá rever a apólice contratada posteriormente.

Portanto, antes de modificar seu carro segurado, entre em contato com a seguradora que protege o seu veículo.

O seguro auto é muito importante para ser deixado de lado

Seja um carro que saiu de fábrica ou um veículo modificado, uma coisa é mais do que certa: O seguro auto não deve ser deixado de lado.

A seguir mostraremos uma série de motivos pelos quais é de suma importância ter o veículo segurado. Confira!

Risco de ficar sem o veículo (mesmo que ainda esteja pagando por ele)

Hoje em dia comprar um carro não é uma missão tão fácil, não é mesmo? Todos que conseguiram colocar as mãos em um veículo para chamar de seu, certamente trabalhou muito por isso.

Seja através de consórcios, carta de crédito, financiamento e até mesmo à vista, quem não contrata um seguro auto, corre o risco de ficar sem o veículo.

Algo muito comum, mas pessoas que optam por fazer um financiamento veicular, mas não pensam no seguro auto podem ter um prejuízo duplo, ou seja, em caso de roubo ou acidente onde o veículo sofre perda total, o motorista precisará pagar as parcelas restantes mesmo sem ter o carro.

Precisar pagar pelo conserto dos outros

Quem nunca ouviu a célebre frase: “Acidentes acontecem”? Pois é… muitas vezes um motorista pode se envolver em um acidente onde ele mesmo foi culpado, ou então em um acidente onde o motorista terceiro (ou pedestres) não tiveram culpa nenhuma.

Se o motorista sem seguro auto for culpado por um acidente de trânsito onde haja terceiros, é ele quem precisará arcar com os custos deles. Um verdadeiro prejuízo.

Muitas vezes, acidentes com motoristas que não possuem seguro auto acabam em tribunais, pois o responsável pelo acidente se nega a pagar pelos danos, dizendo que não teve culpa, além das desculpas mais esfarrapadas que existem.

Caso o motorista tenha um seguro auto e se envolva em um acidente com vítimas e/ou então com terceiros, basta apenas pagar a franquia da apólice e deixar que o seguro resolva todos os problemas financeiros e burocráticos do acidente.

Ficar com o carro parado

Outra história que pode parecer absurda para o motorista que não possui seguro auto é ficar com o carro parado devido a um acidente.

É relativamente comum relatos de motoristas que compram um carro, se envolvem em um acidente onde são culpados e por não terem contratado um seguro auto e por não possuírem dinheiro para o conserto, resolvem deixar o veículo parado por tempo indeterminado.

Isso é mais uma prova que o seguro auto não deve ser visto como um gasto a mais e sim como um investimento a fim de livrar o motorista de futuros problemas e também inconvenientes causados pelo violento trânsito brasileiro.

Possibilidade de descontos com a mesma segurança

Muitas pessoas afirmam que o seguro auto é caro, isso pelo simples fato de nunca terem tido seu carro roubado e/ou furtado.  Como citamos anteriormente, esse tipo de proteção é na verdade um investimento.

O que pouca gente sabe é que essa proteção altamente necessária pode sofrer uma série de descontos e consequentemente caber de maneira mais adequada dentro do orçamento da maioria dos motoristas.

A utilização de equipamentos eletrônicos muitas vezes tende a baratear as despesas do seguro auto.

O alarme automotivo é um dos equipamentos eletrônicos que diminuem o valor do seguro auto, pois eles inibem ou então dificultam a ação do bandido, fazendo com que dessa forma, o carro se torne mais difícil de ser furtado e/ou então roubado.

Outro dispositivo conhecido por baratear o valor do seguro auto é o rastreador. Esse pequeno e importante dispositivo auxilia de modo um tanto quanto eficaz na recuperação do veículo roubado. Se em acaso de roubo e/ou furto o veículo for recuperado, a seguradora não precisa pagar ao segurado o valor do veículo, trazendo assim economia. Por isso é comum seguradoras oferecerem descontos a motoristas com rastreadores instalados.

E por fim, quem contrata, mas acaba por não utilizar o seguro auto também ganha descontos, isso pelo simples fato de não ter dado despesas à seguradora. Nesse caso uma mão lava a outra e ambos os lados saem ganhando.

Contrate um seguro auto

Seja o seu carro modificado ou original de fábrica, em hipótese alguma conte com a sorte. Muitas vezes a economia pode resultar em um grande prejuízo no futuro.

Você pode fazer uma cotação online sem precisar sair de sua casa e escolher de maneira rápida, simples e adequada o seguro auto que melhor se adapta ao seu bolso e às suas necessidades, para isso basta acessar esse link, preencher seus dados e ainda por cima ganhar um desconto no ato da contratação de sua proteção.

Quem dirige desprotegido não sabe dar valor ao seu veículo. Não dê sorte para o azar, proteja a si mesmo e todos a seu redor, faça seguro auto e rode tranquilamente de norte a sul, leste a oeste.

Redatora Web da empresa Bannet, formada em Publicidade e Propaganda - desde 2011 - e apaixonada por conteúdo.

Ver todos os posts do autor

Comentário (0)

Deixar comentários